Corpo de ciclista atropelada na Av. Paulista é enterrado

Foi enterrado às 10 horas o corpo da bióloga e ciclista Juliana Dias, atropelada na Avenida Paulista. A solenidade aconteceu no Cemitério Parque das Flores, em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Agência Estado

03 Março 2012 | 13h23

A ciclista morreu na manhã de ontem, 2, perto do cruzamento da Avenida Paulista com a Rua Pamplona, nos Jardins. Para desviar de um ônibus que fazia uma ultrapassagem, ela se desequilibrou e foi atropelada por outro coletivo, morrendo no local. A bióloga Juliana Dias era pesquisadora do Hospital Sírio-Libanês e ia da Vila Mariana para o trabalho.

O caso ocorreu a poucos metros do local onde a massagista Márcia Prado foi atropelada e morta por um ônibus, em 2009. Juliana era cicloativista e saía com grupos para plantar árvores.

Mais conteúdo sobre:
ciclistaenterroAvenida Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.