Corpo de Eduardo Campos e outras 6 vítimas de acidente são liberados para sepultamento

Os corpos das sete vítimas do acidente de avião em que morreu o candidato à Presidência Eduardo Campos, do PSB, foram liberados pelo Instituto Médico Legal de São Paulo na tarde deste sábado.

REUTERS

16 Agosto 2014 | 17h01

    Quatro corpos, incluindo o do político pernambucano, seguem de avião para Recife (PE), onde serão velados a partir da noite deste sábado, no palácio do governo estadual.

    Segundo a Globonews, as outras vítimas --todas da equipe de campanha-- serão sepultadas em Sergipe, Paraná e Minas Gerais.

    No domingo, haverá uma missa campal em Recife, com o sepultamento de Eduardo Campos devendo ocorrer à tarde.

    Campos, 49 anos, morreu em um acidente de avião na manhã de quarta-feira no litoral de São Paulo junto com outras seis pessoas que estavam na aeronave.

    O avião levava o socialista do Rio de Janeiro a Santos, onde ele cumpriria agenda de campanha, quando caiu sobre prédios no bairro do Boqueirão.

Campos era casado com Renata e deixa cinco filhos.

Dirigentes do PSB admitem que Marina Silva, vice na chapa de Campos à Presidência, irá assumir a liderança da candidatura.

    "A Marina já sinalizou que vai assumir a candidatura", disse à Reuters o líder da bancada do PSB na Câmara, deputado federal Beto Albuquerque (RS), neste sábado.

(Por Gustavo Bonato; Reportagem adicional de Jeferson Ribeiro, em Brasília)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA CAMPOS SEPULTAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.