Corpo de engenheira continua desaparecido após 3 anos

Três anos após o desaparecimento da engenheira Patrícia Amieiro Branco de Franco, aos 24 anos, na madrugada de 14 de junho de 2008, a família e os amigos dela se mobilizam para um novo protesto no sábado e o acompanhamento das próximas audiências na Justiça, que ouvirá nos próximos dias os cabos da Polícia Militar Marcos Paulo Nogueira Maranhão e Willian Luis do Nascimento, acusados de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

14 Junho 2011 | 19h13

Os soldados da PM Fábio da Silveira Santana e Márcio de Oliveira Santos também são acusados de auxiliar os colegas de farda a ocultar o corpo da vítima. Eles respondem às acusações em liberdade. O advogado dos policiais, Nélio Andrade, afirmou que policiais são inocentes.

Mais conteúdo sobre:
desaparecimentoRJengenheira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.