Corpo encontrado não é do garoto Juan, diz polícia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou no início desta noite, por meio de nota, que o corpo encontrado na manhã de hoje no Rio Botas, na localidade de Recanto, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, não é do menino Juan Moraes, de 11 anos, desaparecido desde o dia 20 durante um tiroteio entre a polícia e traficantes na favela Danon, em Nova Iguaçu. Exames preliminares do esqueleto apontaram que o cadáver é de uma menina.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

30 Junho 2011 | 18h29

A chefe de polícia Martha Rocha determinou que sejam colocados à disposição da criança toda a tecnologia existente no Instituto Médico Legal (IML). Serão realizados exames de DNA, papiloscopia, da arcada dentária, antropológico, entre outros. Ela também orientou a Divisão de Homicídios da Capital e a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense que sejam realizadas investigações para descobrir se existe registro do desaparecimento de uma criança do sexo feminino que corresponda às características do corpo encontrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.