Correção

Diferentemente do que informou a reportagem Safári no Camarim, na segunda-feira, Sarah Brightman não ciceroneou os fãs brasileiros pelo palco e camarim. Ela só os recebeu ao final do passeio, conduzido por uma assistente. E nem todos os fãs pagaram o tour em dinheiro, parte pagou com cartão de crédito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.