Correção: Greve de ônibus em Osasco entra no 3º dia

São Paulo, 28 - A nota enviada anteriormente contém um erro. A greve de ônibus na cidade de Osasco, região oeste da Grande São Paulo, entra no terceiro dia nesta quarta-feira. Segundo funcionários das garagens das viações Osasco e Urubupungá, há perspectiva de que no máximo 90% da frota, que atende cerca de 100 mil passageiros por dia, saía às ruas, mas esse percentual pode baixar para até os 70%, registrados nesta terça-feira, e não a greve de ônibus na cidade de Osasco, região oeste da Grande São Paulo, entra no terceiro dia nesta quarta-feira. Hoje, a paralisação pode chegar a 100% da frota, que atende a cerca de 100 mil passageiros ao dia. Segue o texto corrigido: A greve de ônibus na cidade de Osasco, região oeste da Grande São Paulo, entra no terceiro dia nesta quarta-feira. Segundo funcionários das garagens das viações Osasco e Urubupungá, há perspectiva de que no máximo 90% da frota, que atende cerca de 100 mil passageiros por dia, saía às ruas, mas esse percentual pode baixar para até os 70%, registrados nesta terça-feira.Os trabalhadores, que reivindicam 10% de reajuste e rejeitaram a proposta de 7,5% das empresas, decidiram ontem, em assembléia, continuar a greve até quinta-feira, quando será realizada uma audiência de conciliação com o sindicato patronal, às 14h30, na Justiça do Trabalho.Com a paralisação parcial dos ônibus, os passageiros são obrigados a enfrentar tumultos nos pontos de ônibus para tentar entrar nos coletivos, que chegam com até uma hora de atraso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.