correção: Preso irmão de torcedor morto em SP

A nota enviada anteriormente contém uma imprecisão no título. Segue o texto corrigido:

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

27 Março 2012 | 14h00

Policiais da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) cumpriram nesta terça-feira sete mandados de prisão e de busca e apreensão nas sedes das torcidas organizadas da Gaviões da Fiel, na região do Bom Retiro, e na Mancha Verde, em Perdizes e Barra Funda, na capital paulista, segundo o órgão.

Um deles, de acordo com a Secretaria de Segurança de Pública (SSP), foi cumprido na casa do irmão do estudante de Engenharia Civil, André Alves Lezo, de 21 anos, que morreu em decorrência de um tiro na cabeça durante a briga entre integrantes das organizadas no último domingo, 24, ocorrido na Avenida Inajar de Souza, Freguesia do Ó, zona norte de São Paulo. A Decradi ainda não divulgou o número total de torcedores presos, suspeitos de envolvimento.

Outras 11 pessoas, sendo nove da Mancha Verde e dois da Gaviões, foram levados para a sede da Decredi para prestar depoimentos, segundo a delegacia. Entre os objetos apreendidos durante a ação estão celulares, computadores, documentos e fotos, segundo a Decradi.

Mais conteúdo sobre:
torcedores prisão SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.