Correção: SP amplia linha de crédito para Santas Casas

A nota enviada anteriormente contém um erro de grafia no título. O texto estava correto e segue novamente: O Governo de São Paulo anunciou hoje a ampliação de R$ 100 milhões para R$ 150 milhões a linha de crédito a juro zero para auxiliar as Santas Casas e hospitais filantrópicos do Estado. Segundo a Secretaria da Saúde, a medida foi tomada devido à grande demanda pelo financiamento, oferecido pela Nossa Caixa. Os juros são pagos pela pasta.De acordo com dados da Secretaria da Saúde, desde de novembro foram aprovados 43 pedidos de empréstimo, com prazo de pagamento de até 36 meses. O limite de financiamento é de R$ 5 milhões, conforme o faturamento SUS. O dinheiro pode ser utilizado para quitar dívidas de outros empréstimos bancários, pagar fornecedores ou investir em reforma, ampliação e modernização da unidade. Mas não é permitido destiná-lo para pagamento de impostos em atraso ou dívidas trabalhistas. "O objetivo deste empréstimo é justamente ajudar as entidades a equilibrar suas contas e iniciar um novo ciclo, só que desta vez virtuoso", explicou, em nota, o secretário da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata. Para obter os recursos, a Santa Casa dever apresentar um projeto à Nossa Caixa justificando o pedido. A secretaria também avaliará a proposta e pode aprová-la ou não. Atualmente, os hospitais filantrópicos respondem por 57% das internações feitas pelo SUS no Estado.

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

28 de julho de 2008 | 17h07

Tudo o que sabemos sobre:
SPSanta Casarecursos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.