Correção: SP terá prova para professor temporário

A nota enviada anteriormente tinha um erro. Os 102 mil professores temporários que já exerciam o cargo prestarão o concurso para continuarem na função. Segue a nota corrigida:Cerca de 216 mil professores concorrem ao cargo de professor temporário na rede estadual de ensino de São Paulo. Os selecionados substituirão os profissionais que eventualmente peçam afastamento ou não compareçam às aulas ao longo de 2009. Do total de inscritos, 114 mil buscam ingressar na rede estadual. Já os outros 102 mil já exerciam o cargo de professor temporário e farão a prova para continuar na função. Após a classificação, será criada uma lista de acordo com a disponibilidade dos selecionados e as disciplinas que lecionam.Os candidatos serão selecionados por meio de uma prova que ocorrerá nos dias 12 e 21 de dezembro. Também serão levados em conta o tempo de serviço e a titulação do profissional. Esta é a primeira vez que uma prova fará parte do critério de avaliação - a escolha antes era baseada apenas no tempo de serviço e nos títulos - o que, segundo a Secretaria da Educação, dará oportunidade aos professores recém-formados. A Secretaria informa também que em 2009 selecionará, por meio de concurso público, 75 mil professores para vagas efetivas, com carga horária de dez horas semanais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.