Correção: vendedor acusa policiais de agressão em Itu

A nota enviada ontem contém uma incorreção no título. Foi um vendedor e não um vereador que acusou policiais de agressão em Itu-SP. O texto estava correto e segue novamente:O vendedor Gilberto de Freitas acusou integrantes da Polícia Militar e da Guarda Municipal de Itu, na região de Sorocaba, no interior de São Paulo, de tê-lo agredido violentamente ontem pelo simples fato de ter colocado os pés no banco da Praça Padre Miguel, no centro da cidade. Segundo ele, os agressores tentaram sufocá-lo com gás pimenta e teriam chutado sua cabeça. Ele foi levado inconsciente para um hospital, onde foram constatadas fraturas no maxilar e na costela. A PM e a GM abriram inquéritos para apurar o caso.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

20 de junho de 2008 | 10h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.