Corte da Espanha mantém acusação de fraude fiscal contra princesa Cristina

Uma alta corte espanhola disse nesta sexta-feira que vai manter as acusações de fraude fiscal contra a princesa Cristina de Borbon, irmã do rei Felipe 6º, rejeitando uma apelação protocolada originalmente em um tribunal de instância inferior da região das ilhas Baleares.

REUTERS

07 de novembro de 2014 | 11h52

No entanto, a Alta Corte de Palma de Mallorca disse que vai abandonar as acusações de lavagem de dinheiro que pesavam contra a princesa.

Cristina de Borbon está envolvida em uma investigação sobre os negócios de seu marido, Iñaki Urdangarin, em um caso que tem abalado a monarquia enquanto tenta reconstruir sua reputação após a coroação de um novo rei.

Ainda não ficou claro se Cristina vai precisar comparecer perante um juiz.

Investigações recentes têm revelado casos de corrupção por toda Espanha envolvendo políticos, banqueiros e sindicatos.

(Reportagem de Sonya Dowsett)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAPRINCESAJUDIC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.