Costa do Marfim fecha fronteiras com Libéria e Guiné por preocupação com Ebola

A Costa do Marfim fechou suas fronteiras terrestres com os países vizinhos do oeste africano afetados pelo vírus Ebola Guiné e Libéria, na tentativa de prevenir a propagação do vírus no seu território, segundo o governo.

REUTERS

23 Agosto 2014 | 09h01

"Diante de novos focos e reativação de antigos ... o governo da Costa do Marfim decide fechar suas fronteiras terrestres com repúblicas irmãs Guiné e Libéria", disse um comunicado lido na televisão estatal na noite de sexta-feira.

(Reportagem de Joe Bavie)

Mais conteúdo sobre:
COSTAMARFIMEBOLAFECHAFRONTEIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.