Cozinheira que ensina receitas calóricas nos EUA tem diabete

Em seu programa de culinária do Sul, Paula Deen promove o açúcar e a manteiga; anúncio de remédio gera críticas

NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2012 | 03h04

A cozinheira e apresentadora de TV americana Paula Deen, mais conhecida por promover entre o público receitas de alto valor calórico, como hambúrgueres e donuts, revelou que foi diagnosticada com diabete há três anos.

Paula disse que não havia dito nada antes porque precisava "reunir mais informação" sobre a doença. Também afirmou que, após o diagnóstico, promoveu algumas "simples mudanças" em sua vida, já que "se você tem diabete, você pode comer um pedaço de bolo, mas não o bolo inteiro".

A polêmica cozinheira, que durante os últimos três anos continuou divulgando as receitas "da culinária do Sul", que não economizam no uso de manteiga e açúcar, é garota-propaganda de uma empresa dinamarquesa, Novo Nordisk, que justamente vende um remédio contra a diabete. Agora, ela diz querer "ajudar a educar os 26 milhões de americanos que lutam" contra a doença.

Mesmo assim, ela afirmou que não deve alterar muito o conteúdo de seus programas de TV, porque "a culinária do Sul não é prejudicial à saúde". Paula foi criticada pelo famoso colega Anthony Bourdain: "Vou começar a quebrar pernas para depois vender muletas". / NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.