CPI convoca governadores de Goiás e do DF para depor

A CPI que investiga as relações de Carlinhos Cachoeira, acusado de comandar uma rede de jogos ilegais, com políticos e empresas aprovou nesta quarta-feira a convocação de dois governadores suspeitos de ligações com o esquema que seria comandado por ele.

REUTERS

30 Maio 2012 | 15h10

Os parlamentares aprovaram a convocações dos governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT).

Os membros da comissão também rejeitaram o requerimento para que o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), comparecesse à comissão para dar explicações.

Perillo e Queiroz são citados nas investigações das operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal, que servem de base para os trabalhos da CPI.

Já Cabral, não é citado, mas é amigo pessoal de Fernando Cavendish, ex-presidente da construtora Delta, suspeita de ter Cachoeira como sócio oculto e que teria sido usada por ele para lavar dinheiro obtido com jogos ilícitos.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA CPI GOVERNADORES CONVOCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.