Crédito rural em 2011/12 cresce 5,3% até janeiro, diz governo

O volume de recursos aplicados para o financiamento do custeio, investimento e comercialização da safra 2011/12 do Brasil aumentou 5,3 por cento até janeiro ante mesmo período do ciclo anterior, totalizando 65,1 bilhões de reais, informou o Ministério da Agricultura nesta quarta-feira.

REUTERS

22 de fevereiro de 2012 | 18h47

Deste total, 56,9 bilhões de reais foram destinados à agricultura empresarial, um incremento de 4,5 por cento ante o período de julho a janeiro do ano-safra anterior. O montante equivale a 53 por cento dos 107,2 bilhões de reais destinados ao segmento na atual temporada.

A agricultura familiar tomou emprestado 8,26 bilhões de reais entre julho e janeiro, um incremento de 11,2 por cento na comparação com o mesmo intervalo do último ano. O plano prevê 16 bilhões de reais para este segmento no ciclo 2011/12.

O maior volume de recursos foi destinado até o momento para o custeio e comercialização da safra, com 44,4 bilhões de reais, ou 4,9 por cento maior que no ano anterior.

Em segundo lugar, vêm os financiamentos para investimentos, normalmente feitos em máquinas e equipamentos, que totalizaram 8,54 bilhões de reais até janeiro, pequeno incremento de 2,5 por cento sobre igual período acumulado do ano anterior.

(Por Fabíola Gomes)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCREDITOSAFRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.