Cremepe não dará registro a médico estrangeiro

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) decidiu não fazer o registro de médicos estrangeiros que venham trabalhar no Estado sem passar pelo exame de revalidação do diploma - o Revalida.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

23 de agosto de 2013 | 18h04

"Sem o número que habilita o exercício da profissão, essas pessoas estarão no exercício irregular e ilegal da profissão", afirmou a presidente do conselho estadual, Helena Carneiro Leão. "Médico sem registro no conselho não pode exercer a profissão. Sem o diploma revalidado, como saber se o profissional é realmente médico?", indaga ela.

Segundo a presidente, o Estado não tem nenhuma resolução semelhante ao conselho de Minas Gerais, que prometeu chamar a polícia e não socorrer os estrangeiros em caso de erro médico. Ela disse que o conselhos regionais irão se reunir em Brasília, na terça-feira, 27, e sua expectativa é que se chegue a uma resolução comum sobre o assunto a ser adotada em todo o País.

Tudo o que sabemos sobre:
Mais MédicosPernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.