Cremesp vai investigar médicos que ganharam prêmios

O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) vai abrir sindicância para investigar se os médicos que ganharam cruzeiro da Herbalife cometeram falta ética. Ontem, o Jornal da Tarde mostrou que nove doutores estavam entre os 303 convidados pela empresa para participar da viagem, que ocorre em 2009 pela costa brasileira. O brinde é um incentivo a quem ganha mais pontos por impulsionar a comercialização da fabricante de produtos para emagrecer e de nutrição - seja vendendo diretamente a pacientes ou conhecidos ou indiretamente, por meio de pessoas relacionadas ao profissional. O conselho condena o uso, pelo profissional, da relação médico-paciente para obter vantagens. De 2000 a 2006, 59 profissionais foram processados por ?vínculos com comércio, óticas e laboratórios?, segundo o órgão. Os motivos, no entanto, não foram detalhados. As informações são do Jornal da Tarde.

AE, Agencia Estado

03 Dezembro 2008 | 09h47

Mais conteúdo sobre:
saúde médicos prêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.