Cresce importância dos Estados no financiamento

Atualmente apenas três Estados não possuem fundações estaduais de amparo à pesquisa: Tocantins, Roraima e Rondônia. A soma do orçamento previsto para 2011 de todas as fundações estaduais alcança R$ 1,9 bilhão, confirmando o papel cada vez mais importante dessas instituições na política científica nacional. O orçamento do CNPq no mesmo período é de R$ 1,8 bilhão. Nos últimos anos, muitos Estados seguiram o exemplo de São Paulo e vincularam um porcentual fixo - normalmente, 1% - do dinheiro arrecadado para ser investido na ciência.

Alexandre Gonçalves,

23 de janeiro de 2011 | 00h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.