Cresce nº de alunos em escola particular em SP

O número de alunos na rede particular de ensino do Estado de São Paulo cresceu 3% este ano, comparado com o ano passado, aponta levantamento do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo (Sieeesp). O porcentual representa cerca de 54 mil alunos novos ingressando na escola particular paulista. A pesquisa considera desde o berçário até o último ano do ensino médio. De acordo com o presidente do sindicato, Benjamin Ribeiro da Silva, os dados são preliminares, mas devem ser confirmados pelo censo escolar, que fica pronto no início do segundo semestre.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

13 Março 2012 | 18h38

Com o acréscimo, a rede particular alcança, até o ensino médio, um total de 1,8 milhão de alunos, 16% dessa população escolar no Estado. Ele atribui o crescimento à nova condição econômica do País. "Nos últimos anos, cerca de 30 milhões de brasileiros passaram a ter mais acesso aos bens de consumo, e a educação no ensino privado é um dos bens mais desejados", disse.

Apesar do aumento no número de alunos, o índice de inadimplência no primeiro bimestre letivo caiu de 7,6% em 2011 para 6,4% este ano, o que Silva considera um dado positivo. Em reunião, hoje, com mantenedores da região de Sorocaba, o presidente do Sieeesp recomendou cautela em investimentos para ampliar a estrutura física das escolas. "Ainda temos uma crise internacional e precisamos ver como nossa economia reage. É preciso seguir com o pé no chão", alertou.

Mais conteúdo sobre:
educaçãocrescimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.