Reprodução/BBC
Reprodução/BBC

Criador de cobras morre após picada às vésperas de abrir santuário ao público

Luke Yeomans criava animais ameaçados de extinção e tinha experiência de mais de 30 anos com os répteis

BBC Brasil, BBC

30 Junho 2011 | 10h27

A polícia britânica está investigando a morte do criador de cobras Luke Yeomans.

Yeomans, com mais de 30 anos de experiência com cobras, foi picado por um dos répteis de seu santuário, na cidade de Nottingham.

Ele pretendia abrir o santuário para visitação do público a partir deste final de semana.

Em uma recente entrevista à BBC, Yeomans havia dito que apesar de ser costumeiramente taxado de louco, sua ação era movida pelo desejo de fazer o bem à cobra real.

A espécie está ameaçada, mas é mais conhecida por ser a mais longa cobra venenosa do mundo, chegando a medir cerca de 5,5 metros.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.