Criança de 2 anos é baleada durante tiroteio no Rio

Vítima foi operada e está em coma induzido; troca de tiros começou por volta das 20 horas de sábado na Baixada Fluminense

MARIANA DURÃO, Estadão Conteúdo

30 Novembro 2014 | 16h07

RIO - Diogo Cardoso Peçanha, de 2 anos, foi baleado no tórax durante tiroteio no morro das Pedrinhas, em São João de Meriti, cidade na Baixada Fluminense, na noite deste sábado. A vítima foi operada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) e está em coma induzido. Neste domingo, o governo do Estado autorizou a transferência de Diogo para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, cidade na região metropolitana. Segundo o HGNI, a criança já está sendo transferida em uma ambulância.

O tiroteio começou por volta das 20 horas de sábado, quando o policial militar Diego Santos Oliveira, de 25 anos, e seu irmão Diogo Santos de Oliveira, 27, reagiram a uma tentativa de assalto. Os dois foram mortos a tiros. De acordo com informações do 21º Batalhão da PM (São João de Meriti), foram atingidos também Marinalva Ferreira e Romilson Ferreira da Silva, ambos socorridos no PAM Meriti.

Mais conteúdo sobre:
violênciaRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.