Criança é a 81ª vítima fatal da gripe aviária na Indonésia

Uma criança de seis anos morreu vítima da gripe aviária na Indonésia, o país mais afetado no mundo pela doença. Até agora já foram registradas 81 mortes e 102 infectados, confirmaram nesta segunda-feira, 9, fontes do Ministério da Saúde. A criança, de seis anos e seis meses, morreu no domingo à tarde no Hospital Sulianti Saroso, em Jacarta, segundo um porta-voz do Serviço de Informação para a Gripe Aviária no país, Komnas. Os sintomas da doença foram detectados pela primeira vez em 1º de julho e, quatro dias mais tarde, o menor foi internado no hospital, aonde chegou apresentando tosse, febre alta e dificuldade para respirar. Por enquanto não foi possível determinar a fonte do contágio e os fatores de risco da vítima, que vivia no subdistrito de Cilagon, na província de Banten (Java Ocidental). As análises em dois laboratórios nacionais confirmaram que o menor estava infectado com o vírus H5N1, a cepa mais mortal da gripe aviária. A Indonésia, país mais afetado pela epidemia de gripe aviária no planeta, conta com um índice de contágio de 78% em casos confirmados e a epizootia se transformou em endêmica nas ilhas de Java (a mais povoada do país), Sumatra e Bali, assim como na região meridional das Célebes. No mês passado, o Governo anunciou que começará a fornecer a vacina de gripe aviária para humanos assim que ela estiver pronta, o que pode ocorrer nas próximas semanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.