Criança é morta a tiros na janela de casa em Salvador

Principal suspeitó é um sargento da PM, que está foragido desde domingo e ameaçava moradores do bairro

Paulo Leandro, de O Estado de S. Paulo,

28 de janeiro de 2008 | 17h46

Uma criança de 4 anos foi morta a tiros no domingo, 27, na janela de sua casa no bairro Pau Miúdo, em Salvador. A polícia baiana está à procura do acusado, o sargento reformado da Polícia Militar (PM) Pedro Lucas da Silva, conhecido como "Cabo Lucas", que está desaparecido desde a tarde de domingo. O crime revoltou os parentes de Samanta Pereira e impediu a delegada Simone Malaquias de tomar os primeiros depoimentos.Segundo testemunhas, que não querem se identificar por medo de represálias, o suspeito estava bêbado e chegou no início da tarde em casa afirmando que não queria ninguém por perto fazendo barulho. Segundo a tia de Samanta, o sargento atirou na perna e no rosto da menina, que estava sentada na janela da casa vizinha. O autor dos disparos fugiu logo em seguida.Antes do enterro programado para a tarde desta segunda, os moradores se reuniram para falar das ameaças que sofrem diariamente por parte do sargento, mas a delegada disse que os dados são insuficientes para pedir a prisão preventiva de Pedro Silva à Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.