Criança que recebeu coração artificial responde bem

O menino Patrick Hora Alves, de 10 anos, que teve o coração transplantado na última sexta-feira, está reagindo bem ao tratamento, segundo informações do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no Rio, onde foi operado. Apesar da boa reação, ele ainda está em período crítico e precisa de suporte cardiorrespiratório e renal, segundo o boletim.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

17 de abril de 2011 | 16h23

Patrick foi a primeira criança do Brasil a conviver com um coração artificial. A previsão é de que ele passe pelo menos 30 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica do hospital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.