Filipe Araujo/AE
Filipe Araujo/AE

Crianças confeccionam a maior parte dos brinquedos

Muitos são feitos de sucata, como forma de despertar consciência ambiental e ensinar práticas sustentáveis

Mariana Mandelli, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2011 | 00h00

A pesquisa também diagnosticou os materiais mais utilizados nas brincadeiras escolares das crianças. De acordo com o levantamento, entre as unidades de educação infantil, 81% usam sucata e 75% utilizam brinquedos confeccionados pelas próprias crianças na hora do brincar - ambos foram os recursos mais lembrados. O computador, como recurso, foi novamente pouco utilizado: 23% das escolas o citaram.

Já nas escolas de ensino fundamental, apesar de o brinquedo mais citado ser o jogo pedagógico - lembrado por 80% das escolas - as sucatas diversas também aparecem com força, em 78% dos colégios. Em 36% das escolas consultadas, o computador, a televisão, o vídeo e o som aparecem como item fundamental na brincadeira.

"É essencial que a criança aprenda com a brincadeira e tenha liberdade para criar. Tendo contato com a natureza e com as sucatas, por exemplo, ela pode fazer isso", explica Paula Lopes, gerente de marketing de Omo, que realiza o Programa pelo Direito de Ser Criança.

Para as escolas, a iniciativa de reutilizar materiais serve para dar às crianças, desde pequenas, noções de sustentabilidade e de preservação do ambiente. "Os alunos utilizam caixas, tecidos, papelão, canos, troncos e folhas. Nossa ideia é não usar somente brinquedos estruturados e permitir, assim, que eles imaginem", afirma Maria Regina Zago Leite, diretora da Viverde Escola de Educação Básica, de Bragança Paulista (SP).

A unidade, que tem 515 alunos e também foi premiada pelo programa, considera-se uma eco-escola por estar localizada em uma área próxima a um rio e contar com uma horta e criações de animais, como ovelhas, vacas e coelhos.

"Incentivamos os alunos a aprender, ver e viver com o verde. O brincar hoje está muito escolarizado e cada vez menos inventivo", afirma Regina.

Proposta

MARIA REGINA ZAGO LEITE

DIRETORA DA VIVERDE ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

"O brincar na escola deve combater o consumo exagerado de brinquedos e tecnologia."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.