Crise faz Wal-Mart restringir venda de arroz nos EUA

Compradores de divisão da rede com 550 lojas só poderão comprar quatro sacos por vez.

Da BBC Brasil, BBC

24 de abril de 2008 | 16h25

A Wal-Mart, a maior rede de varejo do mundo, anunciou nesta quarta-feira que vai restringir a venda de arroz em uma das suas cadeias de lojas nos Estados Unidos, devido à crise mundial no preço dos alimentos.A divisão Sam's Club, da Wal-Mart, está restringindo a compra de arroz a quatro sacos por cliente. A restrição vale para variedades jasmim, basmati e longo grão.A Wal-Mart tem 550 lojas do Sam's Club nos Estados Unidos. O aumento no preço internacional do arroz fez com que consumidores comprassem mais do produto para fazer estoque.A rede diz que a restrição é temporária e que, "por ora", não vai estendê-la para outros produtos à base de trigo, soja e milho, que também estão em alta no mercado internacional.O preço internacional do arroz já aumentou 68% neste ano. A inflação dos alimentos tem provocado crises e violência em alguns países, como Egito, Haiti e Filipinas.Países produtores de arroz como Vietnã e Índia já reduziram suas exportações do produto para manter os preços no mercado interno sob controle. Especula-se que a Tailândia, maior produtor mundial de arroz, possa adotar uma medida semelhante.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.