Cuba promove encontro de Harley Davidson

Convenção foi a primeira no país e atraiu dezenas de motoqueiros.

BBC Brasil, BBC

16 Abril 2012 | 21h06

O balneário de Varadero, em Cuba, foi palco do primeiro encontro de Harley-Davidson do país no último fim de semana.

A fábrica de motos Harley-Davidson foi fundada em 1903 no estado de Wisconsin e se tornou uma das marcas americanas mais emblemáticas dos Estados Unidos, atraindo milhares de seguidores fieis.

Antes da revolução cubana de 1959, polícia e forças militares investiram em Harleys e a maior parte das cerca de 300 motos que ainda existem no país são dessa época.

Apesar do embargo econômico de 50 anos, os "harlistas" cubanos vêm se virando para manter as motos nas ruas.

Eles dizem que as coisas melhoraram na década de 90, quando Cuba passou a permitir a entrada de turistas trazendo peças de moto como presentes.

Na convenção cubana, os Harlistas competiram em provas como pilotar lentamente sem pôr os pés no chão e até enfiar canudos em garrafas de cerveja.

O sucesso do evento inaugural já levou os organizadores a sonharem com convenções anuais, convidando inclusive motoqueiros de outros países para cruzar o interior de Cuba. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.