CVC vai cortar fatia na F1 para 30% após IPO--fontes

O grupo de private equity CVC Capital Partners cortará a participação na Fórmula 1 para cerca de 30 por cento após a oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) de até 3 bilhões de dólares que a F1 realizará, disseram fontes nesta quinta-feira.

REUTERS

24 Maio 2012 | 08h27

A CVC ficou com 42 por cento da F1 após recentemente ter vendido uma participação de 1,6 bilhão de dólares para um grupo de investidores, entre eles o gestora de recursos BlackRock.

Essa venda foi essencial para estabelecer o valor da F1 para a CVC e outros acionistas, entre eles o bilionário Bernie Ecclestone e os bancos Lehman Brothers e JPMorgan.

A F1 vai tentar uma avaliação no IPO entre 18 a 22 vezes maior do que os ganhos dela, disseram à Reuters fontes com conhecimento direto no assunto.

(Por Elzio Barreto)

Mais conteúdo sobre:
FINANCAS CVC F1*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.