Da quentinha dos pintores à marmita chique dos chefs

Sergio Coimbra caiu em epifania profunda em meados de 2010. Teria sido uma mera visita de inspeção à obra de seu estúdio fotográfico, mas a visão de uma fila de pintores, eletricistas e pedreiros, com suas respectivas marmitas em punho, lhe deu uma ideia.

Olívia Fraga, O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2011 | 00h33

Pediu emprestadas as marmitas dos funcionários, chamou 12 chefs para produzirem suas próprias quentinhas e fotografou tudo. O ensaio foi feito lá mesmo, no Studio SC, no final da obra - o estúdio é especializado em fotografias de comida para publicidade e editoriais. O resultado está no calendário 2011, distribuído para apenas 600 pessoas. E só. Não está à venda.

Eudes Assis (Seu Sebastião), Murakami (Kinoshita), Alex Atala (D.O.M.), Rodrigo Oliveira (Mocotó), Bel Coelho (Dui), Ana Luiza Trajano (Brasil a Gosto), Jefferson Rueda (Pomodori), Emanuel Bassoleil (Skye), Carla Pernambuco (Carlota), Raphael Despirite (Marcel), José Barattino (Emiliano) e Augusto Piras (La Tambouille) assinam as marmitas chiques.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.