Da tragédia de SC em 2008, apenas Itajaí criou sistema

Cinco anos após as chuvas e deslizamentos que atingiram 60 cidades catarinenses e deixaram mais de 100 mortos, Itajaí - um dos municípios castigados - aprendeu a lição, instalando oito sistemas de telemetria em pontos estratégicos dos Rios Itajaí Açu, Itajaí Mirim, Ribeirão da Canhanduba e Ribeirão da Murta. A telemetria mede o nível do rio por meio de um sensor que registra a pressão da água, calcula o nível que o rio subiu e o volume de chuva. Os dados são atualizados a cada 10 minutos. A informação é enviada por rádio para o computador central na Defesa Civil, que alerta sobre o risco de enchente. Outras cidades catarinenses, porém, continuam sem plano de redução de riscos, segundo o IBGE. / DANIEL CARDOSO, ESPECIAL PARA O ESTADO

O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2012 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.