Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Daimler e Aabar adquirem controle total da Mercedes GP na F1

A Daimler e seu principal acionista, o fundo de investimentos Aabar, de Abu Dhabi, assumiram o controle total sobre a equipe Mercedes-Benz GP após comprarem as ações de Ross Brawn, chefe da escuderia.

REUTERS

28 de fevereiro de 2011 | 15h10

O diretor-executivo da Daimler, Dieter Zetsche, disse nesta segunda-feira que a iniciativa demonstra a determinação da companhia em ter sucesso no automobilismo internacional, onde a Mercedes terminou em quarto lugar na temporada passada, atrás da Ferrari, da campeã Red Bull e da ex-parceira McLaren.

"Os fundadores da nossa companhia inventaram o automóvel 125 anos atrás e o primeiro Mercedes foi um carro de corrida. Essas são as razões pelas quais vemos nosso programa da Fórmula 1 como um elemento importante da história de nossa marca", disse ele em um comunicado.

"A aquisição da maioria das ações da equipe das Flechas de Prata envia um claro sinal de que pretendemos atingir um sucesso técnico e esportivo no maior e mais importante palco mundial do automobilismo -- e fazê-lo em condições de custo aceitável."

Não foi fornecido nenhum detalhe financeiro.

Após comprar os 24,9 por cento das ações de Brawn, a Daimler aumentou a sua quota de 45,1 por cento para 60 por cento; enquanto o fundo Aabar passou dos antigos 30 por cento para 40 por cento das ações.

A última vez que a Daimler venceu o Mundial de Construtores da F1 foi em 1998, quando tinha 40 por cento da McLaren-Mercedes e os pilotos eram Mika Hakkinen e David Coulthard.

Tudo o que sabemos sobre:
F1MERCEDES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.