Daimler é impulsionada por salto do lucro na Mercedes no 3º tri

Daimler é impulsionada por salto do lucro na Mercedes no 3º tri

A marca teve vendas trimestrais recordes no terceiro trimestre graças ao lançamento de novos modelos e a demanda crescente na China

REUTERS

14 de outubro de 2014 | 08h37

A montadora alemã de carros e caminhões Daimler registrou um salto de 29 por cento no lucro trimestral da Mercedes-Benz Cars, seu maior negócio, surpreendendo investidores cautelosos sobre uma desaceleração econômica e impulsionando suas ações.

A Mercedes teve vendas trimestrais recordes no terceiro trimestre até setembro graças ao lançamento de novos modelos e a demanda crescente na China, disse a Daimler nesta terça-feira.

Montadoras europeias que vendem veículos nos Estados Unidos também estão se beneficiando do enfraquecimento do euro ante o dólar.

O lucro antes de juros e impostos (Ebit) de operações continuadas da Mercedes-Benz Cars avançaram para 1,61 bilhão de euros (2,04 bilhões de dólares) no terceiro trimestre, ante 1,25 bilhão de euros no mesmo período do ano passado.

A Daimler disse que manterá suas projeções para 2014 para suas divisões, que também inclui a Daimler Trucks, na qual o lucro trimestral subiu 17 por cento para 618 milhões de euros.

"Finalmente boas notícias", disse um operador local, acrescentando que o comunicado da Daimler alimenta esperanças por uma elevação nas previsões.

As ações da Daimler, que deve divulgar os resultados financeiros completos no dia 23 de outubro, saltaram com as notícias e avançavam 2,2 por cento, a 57,95 euros, às 8h11 (horário de Brasília).

A Daimler disse também que vai revisar sua orientação para o fluxo de caixa industrial livre em 2014, um importante fator para financiar dividendos, depois que o número teve forte alta no terceiro trimestre.

O grupo tem dito até agora que espera que o fluxo de caixa industrial livre para o ano inteiro, ajustado por aquisições e alienações, tenha uma queda significativa ante os 3,2 bilhões de euros em 2013.

No terceiro trimestre, o fluxo de caixa industrial livre ajustado subiu para cerca de 2,9 bilhões de euros, ante 1,6 bilhão de euros no mesmo período do ano anterior.

(Por Maria Sheahan)

Mais conteúdo sobre:
RESULTSDAIMLERMERCEDES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.