Danone cortará US$261 mi em custos para driblar crise na Europa

A Danone está preparando um programa de corte de custos para economizar cerca de 200 milhões de euros (261 milhões de dólares) na Europa nos próximos dois anos, afirmou nesta quinta-feira o grupo francês de alimentos.

Reuters

13 Dezembro 2012 | 07h28

A maior fabricante mundial de iogurte, sob pressão do acionista norte-americano Nelson Peltz para aumentar as margens e o valor das ações, combinará o plano ao que já está em andamento para cortar 500 milhões de euros anuais em custos de produção.

A Danone, que vem apurando forte queda de vendas no endividado sul europeu, principalmente na importante divisão de laticínios na Espanha, alertou que a margem de lucro operacional cairá em 50 pontos-base neste ano, enquanto investidores preveem retração similar em 2013.

A companhia não detalhou o plano porque ainda precisa apresentá-lo aos conselheiros, mas vai colocá-lo em prática ao longo de 2013 e 2014. As conversas com funcionários acontecerão até 13 de março.

A redução dos gastos será concentrada em custos gerais e administrativos, segundo a companhia.

O programa pode incluir cortes de postos de trabalho em setores de gerência e administração, mas fábricas não serão fechadas, disse o vice-presidente Laurent Sacchi em entrevista por telefone.

(Por Dominique Vidalon)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMO DANONE CUSTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.