Decantado em casa

Há uma decantomania vigente. É chique um decantador. Há alguns lindos, caros e de design arrojado. Chegar ao restaurante e dizer "decante, por favor" dá um upgrade no ego, ar de segurança. Mas será necessário decantar tantos vinhos? Os evoluídos precisam de decantação, para que a borra fique na garrafa. Vinhos muito jovens e agressivos podem abrir mais rápido com aeração. Na dúvida e para evitar confusão no manuseio de suas garrafas preciosas, Michael Broadbent, o crítico britânico, inventou um método. Ele decanta em casa. Enquanto o vinho está no decantador, lava bem a garrafa original com água mineral, volta o líquido já decantado para ela. Tampa e vai para o restaurante com o vinho prontinho para o consumo e sem erros.

Luiz Horta, O Estado de S.Paulo

08 Setembro 2011 | 00h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.