Decretada prisão de PMs da Rota suspeitos de homicídio

A Corregedoria da Polícia Militar pediu nesta hoje as prisões temporárias de quatro policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA) envolvidos na morte de um homem na terça-feira (27), em Osasco, na Grande São Paulo. A Justiça Militar decretou por 30 dias a prisão do segundo sargento Ricardo Teixeira Altiles, segundo sargento Marcelo dos Santos Ferreira, cabo Emerson Rodrigues Tersário e do soldado Mario Montalvão Silva de Melo. Eles serão removidos ao Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte de São Paulo, ainda hoje. No dia seguinte a morte da vítima, moradores do Jardim Elvira realizam um protesto. Os manifestantes bloquearam a rua com pneus e madeira e jogaram pedras nas viaturas policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.