Defesa Civil aponta 53 mil afetados por chuva no Paraná

O número de pessoas afetadas pelas chuvas de granizo e vendavais que caíram sobre o Paraná no final de semana continua a subir. Em seu mais recente relatório, divulgado ao meio-dia desta terça-feira, 24, foram computadas 53,8 mil pessoas, um número superior ao que constava na noite de segunda quando foram registradas 47 mil pessoas afetadas.

JULIO CESAR LIMA, ESPECIAL PARA AE, Agência Estado

24 de setembro de 2013 | 18h13

Os municípios de Salto do Lontra e São João decretaram estado de emergência ainda na segunda-feira e foram seguidos por Verê, Corbélia e Realeza. O município mais atingido foi Cobérlia (411 quilômetros de Curitiba) com 11.953 pessoas atingidas e um total de 2.800 residências danificadas.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel Edmilson Barros, o Estado já forneceu 427 bobinas de lonas para os casos mais graves. Até o início da tarde não havia sido notificada nenhuma morte, apenas 46 feridos, sendo que a maioria era moradores que caíram do telhado ao tentar resolver problemas nos telhados.

Em Corbélia, o relatório da Defesa Civil apontou 915 pessoas desalojadas, 15 desabrigadas e outras 23 feridas. Com 17 mil habitantes, o abastecimento de água da cidade está prejudicado e há uma previsão de cerca de R$ 10 milhões em prejuízos.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.