Defesa Civil de SP fará controle de condições do clima

A partir de amanhã, os órgãos de meteorologia passam a abastecer o Sistema Estadual de Defesa Civil de São Paulo com informações em tempo real sobre as condições climáticas. A medida faz parte da Operação Verão que a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil desenvolve até 31 de março. O objetivo é desencadear ações preventivas na tentativa de impedir mortes em inundações e deslizamentos no período de chuvas.De acordo com a Defesa Civil, as previsões indicam um verão de muito calor e temporais, podendo ocorrer tempestades com raios e granizo. Na faixa litorânea, o mar estará mais agitado do que nos anos anteriores, com previsão de ressacas. No ano passado, 15 pessoas morreram nesse período no Estado de São Paulo em decorrência das chuvas. Houve também sérios danos à malha viária estadual, com a queda de pontes, aterros e interdição de rodovias. Mais de 60 municípios declararam situação de emergência.Os deslizamentos de encostas em áreas urbanas responderam por mais de 40% das mortes. Este ano, segundo a Defesa Civil, houve um trabalho específico em 115 municípios para prevenir esse tipo de ocorrência. Além da remoção de moradias em áreas de maior risco, foram feitos treinamentos para a possível evacuação de áreas sujeitas a inundação e desabamento. Além do acompanhamento diário das condições meteorológicas, os técnicos da Defesa Civil medirão os índices pluviométricos e farão vistorias técnicas em áreas de risco. A rede, presente nos 645 municípios paulistas, incluindo a capital, é formada pelas polícias civil e militar, bombeiros, órgãos públicos estaduais, prefeituras e fundos municipais de solidariedade.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

30 de novembro de 2007 | 17h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.