Defesa Civil divulga danos materiais do quartel invadido no Rio

Além de portas arrombadas, foram depredadas janelas, cadeiras e mesas

Carolina Spillari, do estadao.com.br,

04 Junho 2011 | 17h33

A invasão ao Quartel Central do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro na noite da sexta-feira, 3, teve uma série de avarias divulgadas em nota oficial pela Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec/RJ), na tarde deste sábado, 4.

 

No Museu, os portões do estacionamento, acesso lateral e fundos tiveram os cadeados arrombados. No portal principal, um vaso de planta foi quebrado, assim como os portões de ferro.

 

O refeitório do quartel central teve gêneros alimentícios saqueados, além de portas arrombadas, janela quebrada e arame de isolamento de muro cortado. Na área de lazer, três cadeiras foram quebras, uma mesa de sinuca destruída, um armário da intranet danificado e uma geladeira tombada.

 

A diretoria de Finanças também teve duas portas arrombadas assim como a Superintendência Administrativa teve uma, além de um vidro quebrado. Na diretoria de pessoa, a porta de acesso foi danificada. No pátio, o bebedouro foi danificado, lixeiras, extintores depredados, assim como cadeiras, mesas e quadros de aviso. Cerca de 13 viaturas também sofreram danos ou prejuízos.

 

Atendimento à população

 

A rotina de serviços do Corpo de Bombeiros à população não sofreu alteração, informou o Comando Geral. Salvamentos, atendimentos à urgências, emergências e serviços de socorro continuam operando na normalidade. No lugar dos detidos pela PM, os substitutos trabalham desde o começo do dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.