Defesa dos Nardoni recorre ao STJ nesta sexta-feira

Advogado afirmou que os "fundamentos do recurso ao STJ são os mesmos" usados no pedido de habeas-corpus

AE, Agencia Estado

16 de maio de 2008 | 11h14

A defesa do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados pela morte da menina Isabella Nardoni, vai protocolar nesta sexta-feira, 16, um pedido de habeas-corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. Alexandre e Anna Carolina estão presos, em celas isoladas, há dez dias. Ela na Penitenciária Feminina de Tremembé, interior de São Paulo, e Alexandre no Centro de Detenção Provisória II (CDP) em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.O advogado Marco Polo Levorin informou que os "fundamentos do recurso ao STJ são os mesmos" usados no pedido de habeas-corpus encaminhado ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). "Eles têm por base jurisprudência do próprio STJ", explicou. A defesa questiona as justificativas usadas na decretação da prisão preventiva, em primeira instância, clamor público, gravidade do crime e credibilidade das instituições.Os advogados pretendiam esperar uma decisão de mérito do habeas-corpus pela 4ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), prevista para o dia 20. Mas ontem os advogados souberam que a avaliação poderia ficar para depois de 10 de junho. É que o desembargador Caio Canguçu de Almeida, que negou liminar para o casal responder o processo em liberdade, sai de licença e só volta em 4 de junho. Como ele é o relator, a 4ª Câmara, formada por mais dois desembargadores, não pode decidir sem sua presença.

Mais conteúdo sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.