Deflação do IGP-M a 0,74% surpreende mercado em março

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) registrou em março uma queda bem maior que a esperada pelo mercado, refletindo uma forte diminuição nos custos no atacado.

REUTERS

30 de março de 2009 | 08h18

O indicador declinou 0,74 por cento, ante alta de 0,26 por cento em fevereiro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

Analistas consultados pela Reuters previam um recuo de 0,34 por cento, segundo a mediana de 18 respostas que variaram de baixa de 0,33 a 0,40 por cento.

Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) declinou 1,24 por cento em março, ante alta de 0,20 por cento em fevereiro.

O IPA agrícola teve queda de 2,82 por cento, seguindo a elevação de 1,25 por cento no mês passado. O IPA industrial baixou 0,72 por cento em março, queda mais acentuada que o 0,18 por cento de fevereiro.

As principais quedas individuais de preços no atacado foram de soja em grão, aço semi-acabado ao carbono, bovinos, feijão em grão e milho em grão.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,43 por cento em março, taxa próxima à de 0,40 por cento do mês passado.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) caiu 0,17 por cento, ante avanço de 0,35 por cento em fevereiro.

No ano, o IGP-M acumula queda de 0,92 por cento, mas nos últimos 12 meses tem alta de 6,27 por cento.

Mais conteúdo sobre:
INFLACAOIGPMMARCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.