Demanda fraca faz preço do frango cair

Conforme levantamento do Cepea, valores no atacado em São Paulo são os menores desde abril de 2008

Tatiana Freitas, O Estado de S.Paulo

07 Abril 2010 | 02h21

A carne de frango manteve a trajetória de queda na última semana, agravada pela baixa demanda doméstica típica do fim de mês. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os valores do frango abatido atingiram em março o menor nível desde abril de 2008 no atacado em São Paulo. O quilo do frango resfriado foi comercializado a R$ 2,41 na capital na semana passada, queda de 5,3% no acumulado de março. Para o frango congelado, a retração foi de 5,2%, com o quilo vendido a R$ 2,54.

Ao mesmo tempo, no Sul os preços da carne tiveram alta no mês. Em Erechim (RS) o frango resfriado subiu 1,8% em março, negociado a R$ 2,83 o quilo. Em Francisco Beltrão (PR) houve alta de 4% no mês, com o quilo cotado a R$ 2,60.

O mercado de frango vivo refletiu a retração no preço das carnes. No interior paulista a cotação do animal vivo caiu 5,2% em março, para R$ 1,53 o quilo. Em Pará de Minas (MG), o animal se desvalorizou 3,1%, cotado a 1,55 o quilo. Em Toledo (PR) houve queda de 5,7%, com o quilo a R$ 1,65.

Exportação. As exportações de carne de frango cresceram 19,75% em volume em março, ante fevereiro, para 306,2 mil toneladas. O preço médio ficou em US$ 1.618/tonelada, alta de 2,3% em relação a fevereiro e de 26,6% (março de 2009).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.