Democrata assume filha ilegítima

ESTADOS UNIDOS

, O Estadao de S.Paulo

22 de janeiro de 2010 | 00h00

O democrata John Edwards, que em 2008 disputou com Hillary Clinton e Barack Obama a candidatura do partido à presidência, reconheceu ontem que teve uma filha com uma amante com quem se relacionou durante uma de suas campanhas. "Sou o pai de Quinn e farei tudo para dar a ela o amor e o apoio que merece", disse o ex-senador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.