Demolição de prédio do Minha Casa deve terminar 6ª feira

A demolição do primeiro bloco, com 40 unidades habitacionais, do conjunto residencial Zilda Arns II, construído com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e destinado a famílias desabrigadas e vítimas dos deslizamentos de 2010 em Niterói, deve ser concluída ainda nesta segunda-feira, informou a Caixa Econômica Federal. Também com 40 apartamentos, outro prédio deve ser derrubado até a sexta-feira (29).

RICARDO CARVALHO, Agência Estado

25 de março de 2013 | 13h37

Na semana passada, o programa RJTV, da Rede Globo, exibiu imagens de paredes dos dois blocos condenados com enormes rachaduras e paredes desalinhadas, o que obrigou a demolição, antes mesmo da entrega das unidades aos beneficiados. O serviço é realizado pela construtora responsável pela obra, Imperial Serviços Ltda, com o uso de retroescavadeiras.

Um laudo técnico será concluído em até 15 dias para identificar os fatores que levaram às falhas estruturais. Com o laudo, será definido quem arcará com a reconstrução dos prédios, se a construtora ou a seguradora.

Parte das famílias que ocuparão os conjuntos Zilda Arns I e II está abrigada desde os deslizamentos de 2010 no 3º Batalhão de Infantaria em São Gonçalo (RJ).

O valor total contratado para o empreendimento Zilda Arns II é de quase R$ 21,9 milhões. Do montante, foram liberados perto de R$ 19 milhões e o índice de conclusão da obra é de 88,68%.

Tudo o que sabemos sobre:
PrédiosMinha Casademilição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.