Denarc faz apreensão recorde de LSD em Santos (SP)

Foram apreendidas 2 mil unidades de LSD, comprimidos de Ecstasy e frascos de lança-perfume

Zuleide de Barros - Agência Estado,

16 de agosto de 2012 | 16h02

SANTOS - O Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) fez uma apreensão recorde de LSD na noite de quarta-feira, 15, em Santos, no litoral de São Paulo. Duas mil unidades de LSD (ácido lisérgico), comprimidos de Ecstasy e frascos de lança-perfume foram apreendidos com dois jovens de classe média alta. A droga seria procedente da Holanda e, provavelmente, teria sido desembarcada pelo Porto de Santos.

A apreensão foi feita a partir de uma denúncia anônima de que dois indivíduos estariam realizando uma transação com drogas nas proximidades da Santa Casa de Misericórdia de Santos, junto às avenidas Dr. Cláudio Luís da Costa e Francisco Manoel. Chegando ao local, os policiais observaram os jovens em atitude suspeita, ocasião em que um motoboy lhes entregou uma caixa. O motoboy desapareceu em seguida, mas em uma revista efetuada ao veículo em que os dois rapazes se encontravam, os policiais encontraram as drogas.

Identificados como Guilherme Villani, de 20 anos, nascido em Santos, e João Guilherme Machado Ribas, de 22, procedente de Marília, os dois jovens foram presos em flagrante e levados para a sede do Denarc, na capital. A dupla vai responder por tráfico de drogas e deve ser encaminhada para um Centro de Detenção Provisória, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
DrogasapreensãoSantosSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.