Dentista é morto na frente da namorada no centro de SP

Um dentista foi assassinado durante uma suposta tentativa de assalto na noite de ontem no bairro da Aclimação, na região central de São Paulo. Fred Chuá estava acompanhado da namorada, dentro do carro, quando foi abordado por um suspeito. O dentista foi baleado. O tiro atravessou o braço de Chua e atingiu o coração. Ele chegou a ser socorrido pela Polícia Militar (PM) ao Pronto-Socorro do Hospital Vergueiro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

DANIELA DO CANTO, Agencia Estado

20 Julho 2009 | 07h45

Segundo a polícia, Fred Chuá conversava com sua namorada dentro do carro estacionado quando um suspeito bateu com o cano de uma arma no vidro do veículo e ordenou que o casal descesse. Quando Chua saiu do carro, o criminoso teria pedido a chave do veículo. A vítima respondeu que a chave estava no contato. A namorada, de 17 anos, do dentista contou à polícia que, no momento em que descia do carro, ouviu dois disparos. Em seguida, o suspeito fugiu a pé.

A polícia ainda não sabe o motivo pelo qual o dentista, de 28 anos, foi baleado. A carteira dele não foi encontrada. O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte) no 5º Distrito Policial (Aclimação).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.