Dentistas vão discutir paralisação

O Conselho Regional de Odontologia do Rio entregou representação ao Ministério Público Federal em que questiona a formação da OdontoPrev S.A., controladora de nove planos dentários. Ontem, 40 conselhos, associações e sindicatos de 16 Estados decidiram, em Salvador, convocar assembleias locais para definir a paralisação do atendimento.

CLARISSA THOMÉ / RIO, O Estado de S.Paulo

03 Março 2012 | 03h06

Não ocorrerá um boicote geral. "Cada Estado vai eleger a operadora que não será atendida na sua região", afirmou o presidente do CRO-RJ, Afonso Rocha.

A OdontoPrev S.A. é formada por nove planos, entre eles OdontoPrev e Bradesco Dental, que atuavam separadamente, com rede credenciada e tabelas de pagamento próprias.

No fim de 2011, a operação dos planos foi unificada na Rede Unna. Os dentistas se mobilizam contra a nova tabela e procedimentos impostos a partir dessa união.

"A Odontoprev nivela por baixo os preços das tabelas. É um cartel disfarçado", disse Rocha.

A OdontoPrev S.A. não se manifestou até a noite de ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.