, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2011 | 00h00

Coordenadora técnica do projeto Tutores

"O projeto busca oferecer ao futuro médico um tutor, que acompanhará seu desenvolvimento pessoal e profissional ao longo do curso. Cabe ao tutor encorajar, refletir sobre a jornada do ser médico, sobre como está sendo feito esse percurso. Queremos aproximar professores e alunos, promover a troca organizada de experiência entre os diferentes anos do curso.

Ao longo destes dez anos têm sido discutidos temas fundamentais, como a escolha da especialidade, mercado de trabalho, aspectos éticos e humanistas da formação. Aparecem ainda assuntos ligados à estrutura e dinâmica do curso, como a integração dos conteúdos básicos e clínicos, a importância da iniciação científica, o internato e a relação com os pacientes. E aspectos pessoais do estudante, como adaptação ao curso, estratégia de enfrentamento de dificuldades, escolhas.

O projeto tem indicadores qualitativos e quantitativos. Avaliamos o conteúdo dos encontros, a adesão, satisfação e impacto.

Mudanças curriculares importantes têm sido propostas pelos tutores a partir do que escutam dos alunos. Os tutores relatam mudanças na sua visão do curso e de si mesmos, um rejuvenescimento. Os alunos afirmam que puderam conhecer melhor a faculdade, ampliaram as amizades e passaram a ver a Medicina de uma forma mais positiva."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.