Depois de reduzir defensivos, meta é exportar

A meta dos pequenos produtores do sul de Minas Gerais agora é exportar a produção. Para isso, querem se valer das adequações que já foram feitas para fornecer as frutas para a Conab, que distribui os morangos na merenda escolar no Estado. "O cultivo de morangos sob minitúneis já reduziu substancialmente o uso de defensivos agrícolas", diz o presidente da Associação de Pequenos Produtores de Morango do Bairro dos Garcias, no município de Bom Repouso, Jésus Godoy, ressaltando a importância do fato, já que a cultura está, segundo a Anvisa, entre as cinco que recebem maior carga de agrotóxicos. "Estamos também adotando a rastreabilidade e tentando, com a ajuda do Sebrae-MG, nos reunir com outras cooperativas e associações de produtores para criar uma central de vendas", diz o representante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.