Descoberta nova camada de nuvens em Marte

Marte tem menos de 1% da pressão atmosférica da Terra, mas a sonda européia Mars Express acaba de descobrir que o planeta vermelho tem nuvens em altitudes que superam as das nuvens terrestres. O achado foi feito quando a câmera da sonda se voltou para a observação de estrelas que se punham atrás de Marte, e detectou a perturbação provocada pela presença das nuvens.Até agora, sabia-se apenas da presença de nuvens perto da superfície marciana. As novas nuvens estão entre 80 km e 100 km de altitude, e são, muito provavelmente, compostas de dióxido de carbono."Se você estivesse na superfície de Marte e quisesse ver essas nuvens, provavelmente teria de esperar o pôr-do-sol", diz o cientista Franck Montmessin. Isso acontece porque são nuvens muito tênues, visíveis apenas quando refletem a luz do Sol contra o pano de fundo da noite. Nesse aspecto, elas se parecem com as nuvens mesosféricas da Terra, que ocorrem a 80 km de altitude. Em nosso planeta, nessa altitude a atmosfera tem densidade equivalente à que existe 35 km sobre a superfície de Marte. Portanto, as novas nuvens marcianas existem num ambiente muito mais rarefeito que o similar terrestre. Entre 90 km e 100 km sobre a superfície de Marte, a temperatura é de -193º C. A sonda descobriu ainda que as nuvens provavelmente são formadas graças a minúsculos grãos que poeira, que antes nunca haviam sido detectados acima dos 60 km de altitude. Esses grãos tem apenas 100 nanômetros de diâmetro. Eles funcionam como "centros de nucleação", em torno dos quais se formam os cristais de dióxido de carbono.A nova camada de nuvens de grande altitude, bem como a existência das partículas de poeira, pode ter implicações para o envio de missões a Marte, principalmente no uso da técnica chamada "aerobraking", que se vale do atrito contra as altas camadas da atmosfera para reduzir a velocidade da nave.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2006 | 16h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.