Descobertas relíquias arqueológicas na China

Um grupo de arqueólogos chineses descobriu relíquias do período da dinastia Song do Norte na região de Dongyin, naprovíncia de Shandong, em pleno delta do rio Amarelo, informou hojeo portal noticioso Chinanews.cn.A descoberta aconteceu por acaso, em meio à construção de umedifício no povoado de Xinzhen. Entre os restos encontrados,destacam-se três toneladas de moedas de ferro, bustos de cerâmica deminorias étnicas, objetos de porcelana, moedas de cobre e ruínas.Um analista do Departamento Arqueológico Cultural de Dongyingdestacou a descoberta das moedas de ferro, pouco freqüentes naChina, e as relacionou com a aparição de outras três toneladas depeças semelhantes a poucos mais de 20 metros do lugar.Até o momento, se pensava que as moedas de ferro provinham denaufrágios ocorridos na antiguidade, ou dos portos da região, umahipótese que perde força com a nova descoberta.Além disso, a descoberta de busto de cerâmica pertencentes àsminorias étnicas históricas da região demonstram que a dinastia Songdo Norte já havia começado a estabelecer relações com tais grupos.A dinastia Song reunificou a China em 960, e o período em que governou a partir da capital de Kaifeng é o chamado Song do Norte. Esse período terminou em 1127, quando a dinastia Song perdeu o controle do norte para uma dinastia rival, a Jin. Em 1234, os Jin foram derrubados pelo invasor mongol.

Agencia Estado,

14 de julho de 2006 | 15h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.